Silvestre Gorgulho

Silvestre Gorgulho

"Na praça de Hiroshima, onde caiu a bomba Atômica, foi construído um Parque onde tremula a bandeira branca da Paz"

Pupo Moreno

Silvestre Gorgulho

ROBERTO PUPO MORENO nasceu carioca, mas viveu brasiliense. E, apesar de ser hoje um cidadão do mundo, morando entre Mônaco e Miami, não deixa Brasília por nada. Esta semana, mesmo, esteve aqui em Brasília fechando os patrocínios para a temporada da Fórmula Indy que começa dia 17 de março de 97. Pupo chegou ao DF aos 11 anos, acompanhando a família, pois seu pai, Hélio de Abreu Moreno, era funcionário do Banco do Brasil e em 1971 foi transferido para a nova Capital. Mas só veio sob uma condição: que ganhasse sua primeira motocicleta, uma mini-enduro 50cc. Aí, o destino: comprou a moto na famosa oficina Camber, na 503 Sul, cujo proprietário, vendedor e mecânico chamava-se Nelson Piquet. Da pequena moto ao Pódium da Fórmula 1 foi uma longa história. Uma trabalhosa carreira que passou pelo Kart, onde foi campeão brasileiro em 76, pelo inevitável estágio na Inglaterra, onde foi campeão de Fórmula Ford Mundial em 1980, até pegar uma Beneton e fazer dobradinha com seu grande amigo Nelson Piquet na corrida do Japão, em Suzuka, em 1990. Conhecido por saber “acertar” um carro de corrida, o “Baixo” como é chamado por sua turma, tem em seu currículo automobilístico 51 largadas na Fórmula 1 e 39 grandes Prêmios de Fórmula Indy. Por isto, Pupo Moreno sabe das coisas, fala o que pensa, faz o que quer e, sobretudo, quando vê uma JANELA DA CORTE aberta para ele, não brinca em serviço: acelera a máquina, mira o retrovisor e deixa muita gente comendo poeira.

1 - Existe alguma ligação entre Brasília ter asas e ser, também, a terra de grandes pilotos?
Deve ter. Com a falta de praia, foi o kart que deu asas aos nossos grandes pilotos brasilienses.

2 - Quem fez a “pole position” em Brasília na:
Política: Fernando Henrique Cardoso
Economia: Pedro Malan
Administração Pública: Cláudia Costin
Jornalismo: Alexandre Garcia
Congresso Nacional: Fernando Gabeira

3 - Todo piloto tem uma mulher em cada pit-stop. Isto porque gosta de ser rapidinho?
Quem tem a mulher que eu tenho, nem precisa de pit-stop.

4 - De 1 a 10, qual a sua nota para:
Indianápolis: 3
Brasília: 10
Mônaco: 10
Adriane Galisteu: 7
Ayrton Senna: 10
Nelson Piquet: 10
Demon Hill: 5
André Ribeiro: 5
Emerson Fitipaldi: 10
Frank Williams: 8
Luciano Beneton: 3
Fernando Henrique: 10
Cristovam Buarque: 6

5 - Dê três receitas para domar a selvageria do trânsito.
Primeiro, a educação e conscientização das crianças ainda nas escolas; segundo, investir agressivamente na melhoria da infraestrutura do trânsito como sinalização, ruas e rodovias, acostamentos, etc; e terceiro, acabar com a impunidade.

6 - Qual a sua melhor lembrança de Brasília?
Meus amigos. Foi aqui que fiz meus verdadeiros amigos.

7 - Qual a melhor lembrança da Fórmula 1?
Foi ter participado do desenvolvimento do primeiro câmbio semi-automático da Ferrari e, não podia deixar de ser, ter abraçado meu amigo Nelson Piquet no Pódium de Suzuka, em 1990.

8 - Qual a vantagem da Fórmula Indy sobre a Fórmula 1 e da Fórmula 1 sobre a Indy?
Na Indy os equipamentos são tecnicamente iguais e conta mais o piloto. Na Fórmula 1 o avanço tecnológico é ilimitado.

9 - O que é mais importante para ganhar uma corrida: o motor, o chassi, a sorte, o piloto, o patrocinador ou a equipe?
Olha, tudo é muito importante. Agora, só ganha quem tem a sorte de ter todo esse conjunto funcionando bem.

10 - Corrida de carro é esporte ou negócio?
Ah! é muito mais negócio do que esporte. Se fosse esporte estava na Olimpíada.

11 - Qual o pecado capital de Brasília?
Ter sido governada duas vezes por Joaquim Roriz.

silvestre@gorgulho.com