Silvestre Gorgulho

Silvestre Gorgulho

"Na praça de Hiroshima, onde caiu a bomba Atômica, foi construído um Parque onde tremula a bandeira branca da Paz"

Sebastião Salgado

Sebastião Salgado e suas fotos

Silvestre Gorgulho

Sebastião Salgado saiu de Aymorés-MG no início dos anos 60, para fazer o mestrado em Economia na Universidade de São Paulo. Durante o regime militar, Salgado mudou para Paris com Lélia e os dois filhos onde fez Doutorado na Ecole Nationale de Statisque et de I'Administration Economique e completou seus estudos na Universidade de Paris.

Em 71, aos 28 anos de idade, Sebastião Salgado tinha um bem remunerado emprego no International Coffeee Organization de Londres.

Quando Lélia, com ele há 35 anos, comprou uma Pentax para fotografar decoração para o Doutorado em Arquitetura, nasceu uma estranha e compulsiva necessidade de registrar em imagens tudo o que acontecia a sua volta. Salgado sente na fotografia, o veículo ideal para expressar-se. "O homem está sempre em busca de uma língua universal e esta linguagem é a imagem.

É nas fotos que está a história de cada uma das pessoas. Nos campos, elas são números, bocas para alimentar. Nas fotos, elas ganham dignidade, um olhar", costuma dizer Salgado.