Silvestre Gorgulho

Silvestre Gorgulho

"Na praça de Hiroshima, onde caiu a bomba Atômica, foi construído um Parque onde tremula a bandeira branca da Paz"

Meu pé de Serra

 

Silvestre Gorgulho (18 de setembro de 2006)

Voltei pro meu pé de serra, meu verde vale de infância...
Vitórias? Trouxe-as comigo! Derrotas? Nem mais vou lembrar.
Nesse chalé enfeitado com fios de luz do luar,
Vou trancar minhas saudades e só abrir, para a abundância
de brisa, de sol e amizades que sobram neste lugar.

De dia, namoro as montanhas e os passarinhos cantar.
Eles esticam lá longe meu pensamento e olhar
e trazem o cair da tarde e a lua pra me acalentar.

Até os dias de chuva têm charme em alta voltagem
Relâmpagos espocando flashes fotografam a paisagem.

De noite, eu conto as estrelas... Ah! têm estrelas demais...
E fico, então, a colhê-las... Vou guardando uma a uma
no meu travesseiro de pluma, prá minha noite de paz.

Com o Céu aqui bem pertinho é fácil rezar e sonhar...
Receba, Senhor, esta prece, de quem deixou essa terra
Sem saber pra onde ia... mas lutou com garra e raça,
alegria e ousadia... sem nunca perder a esperança!
Obrigado pela graça de voltar ao pé da serra
Que brinquei quando criança.

silvestre@gorgulho.com