Silvestre Gorgulho

Silvestre Gorgulho

"Na praça de Hiroshima, onde caiu a bomba Atômica, foi construído um Parque onde tremula a bandeira branca da Paz"

Viver é um aprendizado

Silvestre Gorgulho

Educar é a capacidade de gerar e de disseminar conhecimentos para que o indivíduo possa desenvolver raciocínios, agir com eficiência e resolver, com êxito, os problemas que se lhe apresentam. Para educar - como também para aprender - foram criadas muitas regras e muitas teorias. Mas, como na arte, educar é acima de tudo um dom. Requer talento e criatividade.

Educa bem quem sensibiliza bem. Educar e aprender são tarefas delicadas que pressupõem interesse, paciência, determinação e convencimento.Viver é um aprendizado. E viver com qualidade de vida e sem agredir tanto os semelhantes e a natureza é um aprendizado ainda maior. Por que maior? Simples, porque requer despreendimento, generosidade, renúncia e zelo. Requer mudanças nos padrões de comportamento, mudanças nos padrões de produção e mudanças nos padrões de consumo.

É muito fácil adquirir um objeto novo, mas como é difícil se desfazer adequadamente de um objeto velho e imprestável. É muito fácil adquirir fertilizantes, adubos ou produtos químicos necessários à produção agrícola ou industrial, mas como é difícil se desfazer adequadamente de embalagens, sejam elas tóxicas ou não. É muito fácil consumir, falar no celular, utilizar baterias e usar e abusar dos recursos naturais. Mas como é difícil minimizar gastos, reciclar e reutilizar. Muitos depredam por ganância e muitos depredam por necessidade. Viver é sempre um aprendizado.

Fácil é assistir e torcer por um time de futebol e curtir apaixonadamente uma Copa do Mundo. Difícil é torcer com a mesma paixão pelo planeta, pelos rios, pelas praias, pela terra, pela biodiversidade e pela floresta.

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado justamente para educar. É uma data especial definida pelas Nações Unidas para estimular a conscientização local e global a cerca dos desperdícios e das agressões ao meio ambiente.

O que a data busca é dar um rosto humanizado aos assuntos ambientais e incentivar cada habitante do planeta Terra em ser um agente real do desenvolvimento sustentável.

É aí que entra a forma criativa, prazerosa e lúdica de educar e de aprender. Pode ser com a promoção de eventos diversos nas escolas, como atividades esportivas, culturais e concursos, como pode ser com o incentivo a campanhas interessantes nos estados, municípios e empresas valorizando a solidariedade, a reciclagem e a limpeza.

Globalizar a solidariedade entre o ser humano e a natureza deve ser o esforço maior nesta aprendizagem pelo bem viver. Nesse ponto, nunca é demais lembrar a frase de um soldado do Corpo de Bombeiro chamado Levi Dias de Santana: “Pior do que você querer fazer e não poder, é você poder fazer e não querer”.