Silvestre Gorgulho

Silvestre Gorgulho

"Na praça de Hiroshima, onde caiu a bomba Atômica, foi construído um Parque onde tremula a bandeira branca da Paz"

GOSTAR

  

Vale lembrar: O homem do sertão, por Guimarães Rosa, gravou sua sabedoria nesta frase: “Não gosto desse passarinho. Não gosto de violão. Não gosto de nada que põe saudades na gente”. 

Já Adélia Prado lembra que “O que a memória ama, fica eterno”. De minha parte, o que penso está nesse poeminha de final de tarde de um fim de semana comprido.

 

GOSTAR

 Silvestre Gorgulho (2/dezembro/2012)

 

Gosto de passarinho solto no arvoredo

Gosto de tudo que encanta meu olhar

Quem não gosta de carinho para espantar o medo?

Não tem bom filme sem um bom enredo...

Gosto de amizades, bom papo...  Gosto de luar.

 

Meu gostar é intenso no tempo e no espaço

Curto toada no ponteio do violão.

Mas o que me faz viver a vida a cada passo

E me faz gostar de tudo o que eu faço

É guardar saudades no meu coração.

 

 silvestre@gorgulho.com