Artigos

O PLANETA AVES

AVES DE RAPINA DO BRASIL – DIURNOS

 

Willian Menq e Fredy Pallinger lançam o primeiro livro e guia de campo sobre as aves de rapina diurnas do Brasil, cuidadosamente preparado pelos autores que são especialistas no assunto. A obra apresenta informações detalhadas das 70 espécies de aves de rapina diurnas do Brasil (Ordens Accipitriformes, Falconiformes e Cathartiformes), incluindo dados inéditos sobre a biologia e identificação dessas aves.

 

Willian Menq e Fredy Pallinger estudam e pesquisam muito sobre aves de rapinas, um tema apaixonante para eles. O livro acaba de ser lançado. (Arquivo Pessoal)

 

As pranchas reproduzem fielmente as características morfológicas das aves, evidenciando detalhes que diferenciam espécies similares, variações de plumagem entre as idades, subespécies e dimorfismo sexual, quando houver. Para ajudar ainda mais, os textos de apoio descrevem as características mais importantes e confiáveis para a identificação.

 

Naturalista e ilustrador, Frederick Pallinger trabalha com a técnica de hiper-realismo.

O livro é essencial para pesquisadores, estudantes, observadores de aves, fotógrafos ou qualquer pessoa interessada em conhecer mais sobre esse incrível grupo de aves. Autores:

Frederick Pallinger, naturalista, ilustrador profissional e publicitário, desde a infância interessado na natureza. Teve sua primeira experiência com uma ave de rapina aos 15 anos com um quiri-quiri. Ilustrador há mais de 30 anos, trabalhando com a técnica de hiperrealismo. Colaborou na ilustração de artigos científicos e outras publicações. Autor do livro “Tucanos e Araçaris Neotropicais”.

 

QUEM É WILLIAN MENQ

 

Willian Menq, biólogo/ornitólogo, Mestre em Ciências Biológicas, especialista em Ecologia e Comportamento de aves de rapina, observador de aves desde a infância, sendo influenciado por Helmut Sick, David Attenborough e Félix Rodrigues De La Fuente. Consultor ambiental, realiza pesquisas e trabalhos técnicos em ornitologia. Criador do Canal Planeta Aves (Youtube) e do site Aves de Rapina Brasil, onde atua como divulgador científico.

 

QUEM É FREDERICK PALLINGER

 

Frederick Pallinger, naturalista, ilustrador profissional e publicitário, desde a infância interessado na natureza. Teve sua primeira experiência com uma ave de rapina aos 15 anos com um quiri-quiri. Ilustrador há mais de 30 anos, trabalhando com a técnica de hiperrealismo. Colaborou na ilustração de artigos científicos e outras publicações. Autos do livro Tucanos e Araçaris Neotropicais.

 

A PAIXÃO PELAS AVES

Willian Menq: “Sou fascinado pela natureza e um curioso por suas nuances. Como muitos de minha geração, fui influenciado pelas obras de Helmut Sick e pelos documentários de David Attenborough e de Félix Rodríguez De La Fuente. Minha grande paixão são as aves, especialmente as aves de rapina. Desde o início de minha formação, venho me dedicando aos estudos da ecologia, etologia e conservação das aves de rapina do Brasil. Tenho realizado muitos trabalhos de campo pelo Brasil a fora, experiência que me proporcionou ver mais de 800 espécies de aves brasileiras, das quais 77 são rapinantes”.

DADOS TÉCNICOS:

Título: Aves de Rapina do Brasil – Diurnos

Autores: Frederick Pallinger e Willian Menq

ISBN: 978-65-00-31252-2

 

 

Artigos

MINDELO, A PRINCIPAL. CULTURA e CASARIO

(Parte 3)

Publicado

em

 

Hoje, 20, visitamos MINDELO, na Ilha São Vicente. Que grata surpresa!
Mindelo é conhecida em todas as ilhas de Cabo Verde como a BRASILIM, que no dialeto criolo significa BRASILINHA ou Pequeno Brasil.
Visitamos o Centro de Artes, Design e Artesanato, na Praça Nova, onde tem uma exposição temporária da artista Bela Duarte. Visitamos também o muro onde está a figura de outra cabo-verdiana ilustre: CESÁREA ÉVORA.
O povo cabo-verdiano é super simpático e hospitaleiro. Nosso guia, Danilo, nos disse uma frase que revela bem a força cultural e a beleza do casario de Mindelo, cidade da poetisa e cantora Cesárea Évora e da artista plástica Bela Duarte: “Praia é a capital, mas Mindelo é a principal!”
Na parte 4, vou falar sobre Cabo Verde e Brasília: uma circunstância histórica e trágica.
Continue Lendo

Artigos

CABO VERDE: REFERÊNCIAS COM O BRASIL. UMA DELAS COM BRASÍLIA (2)

Publicado

em

 

Hoje, 19 de abril, às 11hs local (9hs de Brasília) aportamos na cidade de Praia, Capital de Cabo Verde.
O país é um arquipélago de 10 ilhas. Cabo Verde, além de ser um dos nove países que falam o Português, tem duas referências fortes em relação ao Brasil. Uma delas com Brasília.
Praia fica na Ilha Santiago. Amanhã vamos para a cidade cultural de Mindelo, que fica na Ilha São Vicente.
Cabo Verde foi a referência para definir a linha de demarcação do Tratado de Tordesilhas. O Tratado, ratificado por Portugal e Espanha em 1494, estabelecia que as terras descobertas e a descobrir nas Américas deveriam obedecer um meridiano traçado a 370 léguas da ilha de Santo Antão (Cabo Verde). A OESTE do meridiano, as terras pertenceriam ao Reino de Castela (Espanha) e a LESTE ao Reino de Portugal.
Quem é de Brasília sabe que esse meridiano do Tratado de Tordesilhas passava a menos de 100km do DF, bem perto de Cacalzinho.
Os originais de cada idioma encontram-se depositados no Archivo General de Indías, na Espanha, e no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Portugal.
Mas é a Ilha Boa Vista, que tem uma história com Brasília. Vou contar amanhã (Parte 3)
Continue Lendo

Artigos

Comemoração dos 64 anos de Brasília tem teatro e oficinas

Programação em homenagem ao aniversário da capital inclui uma agenda extensa de atividades culturais, shows e eventos esportivos e cívicos gratuitos ao longo do mês

Publicado

em

 

Por Ana Flávia Castro, da Agência Brasília | Edição: Igor Silveira

 

A programação em homenagem aos 64 anos de Brasília promete agenda cheia para os brasilienses. A lista de atividades se estende até domingo (21), com diferentes atrações gratuitas, que vão desde apresentações musicais e artísticas até eventos esportivos e cívicos por toda a cidade.

Nesta quarta-feira (16), os brasilienses poderão aproveitar oficinas, apresentações de teatro e mostras culturais gratuitas em várias regiões do Distrito Federal. A lista de atividades inclui atrativos para todos os públicos.

Memorial JK e o Museu do Catetinho receberão a cada dia cerca de 40 crianças em vulnerabilidade social em visitas guiadas intituladas ‘Descobrindo Brasília: um passeio pela história’ | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

“A ideia do governador Ibaneis Rocha e da vice-governadora Celina Leão é levar as comemorações para todas as regiões administrativas e definir o aniversário de Brasília como um evento no calendário nacional, para que as pessoas venham curtir essa semana do aniversário, movimentando a cidade, enchendo os hotéis e dando visibilidade aos artistas locais”, destaca o secretário de Turismo, Cristiano Araújo.

Projeto Cantoar e as Aventuras Encantadas fará, na quarta-feira, duas apresentações teatrais voltadas para o público infantil, apresentando ao público técnicas do universo do yoga e da meditação para encontrar o equilíbrio emocional por meio da musicalidade, palhaçaria e literatura. As exibições serão às 10h e às 15h, no Teatro Sesc Paulo Gracindo (Gama).

Além dos espetáculos, o projeto oferecerá oficinas ligadas ao mundo sensorial das crianças ao longo de todo o mês no Cepi Quero-Quero (Recanto das Emas), sempre às 10h. A atividade é gratuita, mas está sujeita à lotação, e é necessário retirar ingresso neste link.

História, arte e cultura

Até o próximo sábado (20), o Memorial JK e o Museu do Catetinho receberão a cada dia cerca de 40 crianças em vulnerabilidade social em visitas guiadas intituladas Descobrindo Brasília: um passeio pela história.

O Museu do Catetinho também está na programação do aniversário de 64 anos de Brasília | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Ao longo de todo o mês de abril, as estações do Metrô Galeria e Central terão a exposição de telas dos artistas plásticos Xande e Rivas, tendo Brasília como tema. Aulões de dança também serão ofertados nos espaços culturais do DF – complexos culturais de Samambaia e de Planaltina, Centro de Dança, Espaço Cultural Renato Russo e Casa do Cantador.

Já na Biblioteca Nacional de Brasília serão realizados clubes de leitura uma vez por semana com a discussão de obras de Nicolas Behr. Durante o mês ocorre a primeira edição do concurso de fotografia Regina Santos. Serão contempladas três categorias: fotografias de natureza, de pessoas e de arquitetura. A premiação varia de R$ 1 mil a R$ 10 mil. As imagens vencedoras ficarão expostas no Espaço Oscar Niemeyer, na Praça dos Três Poderes.

Clique aqui para ver a programação completa do aniversário de Brasília.

Veja, abaixo, a programação.

→ Projeto Cantoar e as Aventuras Encantadas – apresentação teatral
Data: quarta-feira (17)
Horário: 10h e 15h
Local: Sesc Paulo Gracindo, Gama

→ Oficinas Cantoar e as Aventuras Encantadas
Data: durante todo este mês
Horário: 10h
Local: Cepi Quero-Quero – Núcleo Rural Monjolo, Recanto das Emas

→ Exposição de telas dos artistas plásticos Xande e Rivas sobre Brasília
Data: durante todo este mês
Local: Estações de metrô Galeria (Xande) e Central (Rivas)

→ 1ª edição do Concurso de Fotografia Regina Santos
Data da premiação: domingo (21)
Local: Espaço Oscar Niemeyer – Praça dos Três Poderes

→ Aulões abertos nos espaços culturais
Data: durante todo este mês
Locais: Centro de Dança (Setor de Autarquias Norte Q 1), Casa do Cantador (Setor. N Quadra 32 Área Especial G – Ceilândia), Complexo Cultural de Planaltina (Avenida Uberdan Cardoso, Setor Administrativo Lote 02 – Planaltina), Espaço Cultural Renato Russo (Asa Sul Comércio Residencial Sul 508 Bloco A – Asa Sul) e Complexo Cultural de Samambaia | (Samambaia Sul)

→ Clube de leitura de autores brasilienses
Data: durante todas as semanas deste mês
Local: Biblioteca Nacional de Brasília

→ Projeto Cinema é Ralação – oficinas
Data: até o dia 26
Horário: 8h às 12h
Local: IFB Recanto das Emas

→ Visita guiada pelos patrimônios históricos e culturais de Brasília
Data: quarta (16),  quinta (17) e sexta (19) no turno vespertino; domingo (20), no turno matutino
Local: Memorial JK e Museu do Catetinho.

Continue Lendo

Reportagens

SRTV Sul, Quadra 701, Bloco A, Sala 719
Edifício Centro Empresarial Brasília
Brasília/DF
rodrigogorgulho@hotmail.com
(61) 98442-1010