Reportagens

Carnaval em SP: confira 10 destinos para curtir o feriado no estado

Na capital, litoral ou interior, os paulistas têm diversas opções para cair na folia ou aproveitar os dias de descanso

 

Do Portal do Governo

 

O carnaval está logo aí, mas ainda dá tempo para se planejar e aproveitar a folia em diversas cidades do Estado do São Paulo. Paulistas e turistas de outros estados podem aproveitar opções das mais variadas possíveis, que vão dos grandes desfiles de escolas de samba e blocos de rua da capital, até as praias do litoral ou as marchinhas em cidades do interior.

Para este ano, em todo o Estado de São Paulo, o carnaval deve atrair cerca de 5 milhões de turistas em viagens com pelo menos um pernoite. Além disso, outras 5 milhões de pessoas devem fazer viagens de bate e volta (sem hospedagem). Em termos de gastos estimados dos turistas nos destinos paulistas, isso representa algo em torno de R$ 3 bilhões.

Levantamento da Secretaria de Turismo e Viagens com 122 cidades do Estado de São Paulo mostra que 81% dos municípios esperam índices melhores que os do Carnaval de 2020, o último antes da pandemia, e nenhum deles espera resultados piores. Outros 14% acreditam que a ocupação hoteleira na cidade será igual e 5% informaram que não há fluxo de turistas na cidade durante o Carnaval.

Capital

São Paulo está pronta para o Carnaval e o entusiasmo pela alegria contagiante das batucadas deve reunir, de acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, cerca de 14 milhões de pessoas interessadas em participar dos mais de 500 blocos de ruas e bandas espalhadas por diversos bairros da Capital entre os dias 11 e 26 fevereiro.

Além das ruas, avenidas e alamedas, o Carnaval de São Paulo tem outra moradia: o Sambódromo. O local possui capacidade média de público de 30 mil por noite, entre arquibancadas e camarotes. Passarão pelo Sambódromo paulistano 34 escolas: 14 do grupo Especial, 8 do grupo de Acesso 1, e 12 do grupo de Acesso 2. No total são mais de 35 mil pessoas desfilando nos quatro dias de disputa.

São Luiz do Paraitinga

A 174 km de São Paulo, São Luiz do Paraitinga é uma histórica cidade do interior de São Paulo que se transforma no carnaval. Mais de 100 mil turistas visitam a cidade atrás de seus blocos e marchinhas carnavalescas. Suspensas as manifestações por conta da pandemia desde 2020, a volta ao Reinado de Momo é aguardada com emoção. Ali, o carnaval de marchinhas foi reinventado e é destaque na imprensa nacional. Para esse ano, as novidades são uma exposição sobre a história da manifestação cultural na cidade, uma programação voltada ao público infantil (projeto chamado ‘Pequeno Folião’) e um aumento no número de blocos, que passará de 25 para 28 em 2023.

Santos

Maior município do litoral paulista, Santos, a 70 km de São Paulo, já está em ritmo de festa carnavalesca. A expectativa para este ano é que o Carnaval local movimente mais de um milhão de turistas. O desfile das escolas de samba ocorre tradicionalmente uma semana antes, nos dias 10 e 11 de fevereiro na Passarela do Samba Dráuzio da Cruz.  Durante o feriado de Carnaval, será realizada a primeira edição do ‘Carnacentro’, com cinco dias de muita animação para turistas e munícipes que curtem a festa, com as tradicionais bandas de rua.

Votuporanga

O carnaval de Votuporanga, a 520 km de São Paulo, costuma atrair milhares de foliões e promete, para este ano, um carnaval popular. A festa “Carnaval Votu Show 2023” ocorrerá gratuitamente no palco externo do Parque da Cultura nos dias 18, 19, 20 e 21 de fevereiro com nomes da música nacional e artistas locais. Com o slogan ‘Votuporanga, a Terra da Folia”, o evento será promovido com a presença do Rei Momo e da Rainha do Carnaval, concursos para escolha do casal da corte, as melhores fantasias, desfile de bloquinhos e matinês para as crianças. Haverá também uma praça de alimentação com os food trucks e feira de artesanato com produtos temáticos.

Campinas

Campinas, a 83 km de São Paulo, já está preparada para o Reinado de Momo com a volta do Carnaval de Blocos. A Prefeitura da cidade informou que já tem ao menos 65 blocos confirmados para a festa. Serão cerca de 80 desfiles dos blocos pelas ruas da cidade durante o período que começa no pré-Carnaval, no dia 4 de fevereiro, e segue até dia 21 de fevereiro, terça-feira de Carnaval. Para quem pensa em levar seus animais de estimação para socializar, há opções como o “Bloco do Cão” e o tradicional “Bloco do Bob”. A programação conta também com o retorno de blocos tradicionais que passaram alguns anos sem desfilar, como o “Afoxé Ilê Ogum” e o “Reunidos na Hora”. A expectativa da Secretaria da Cultura local é que durante esse período o público total seja de cerca de 100 mil pessoas nas ruas do município.

Olímpia

Conhecida pelos seus parques temáticos, Olímpia, a 435 km de São Paulo, realizará o “CarnaOlímpia 2023” entre os dias 17 e 20 de fevereiro, no estacionamento do parque Thermas dos Laranjais. A entrada para a pista será gratuita para toda a população e visitantes. Durante todos os dias, haverá diversas atrações, como Ana Castela, conhecida como “Boiadeira”, Os Menotti, com os sertanejos César Menotti e Fabiano e o pagode do Grupo Sambalove, e a banda de axé A Zorra, diretamente da Bahia, entre outros. Com aporte da Prefeitura, as festividades de Carnaval terão ainda o tradicional desfile das escolas de samba.

Nazaré Paulista

A 90 km da capital, Nazaré Paulista ganha cores e muita animação com as marchinhas, abadás, confetes e serpentinas pelas ruas, sem contar a Programação do Carnaval de Marchinhas 2023 repleta de atrações, com muita alegria e diversão para todos. O início do Carnaval no centro da cidade será dia 15 (quarta-feira) e seguirá até o dia 21. De quinta (16) a segunda (20), os blocos se apresentarão nas ruas da cidade, como manda a tradição.

Americana

Americana, a 126 km de São Paulo, vai realizar uma série de atividades para comemorar o Carnaval 2023. Com o CarnaSocial, com o Concerto Carnaval Nostalgia para a Terceira Idade e apresentação da Banda Municipal Monsenhor Nazareno Maggi, os foliões irão se divertir muito ao som das marchinhas que marcaram os carnavais de outras épocas. Tudo acontece no Centro Comunitário do Jardim São Paulo. Os turistas terão uma ampla programação de manhã até à noite no Centro da cidade ou na Praia dos Namorados.

Santa Fé do Sul

O carnaval da Estância Turística de Santa Fé do Sul, a 624 km de São Paulo, promete ser um grande evento gratuito do Noroeste Paulista. O “Santa Fé Folia 2023” acontece oficialmente entre os dias 18 a 20 de fevereiro, na Praça Salles Filho. Entre as atrações confirmadas, estão a dupla Pedro Paulo & Alex, o Bonde do Tigrão e Jefferson Moraes e Open Farra. Para a criançada, a diversão será garantida na matinê do “Santa Fé Folia 2023”.

Ilhabela

Invadida por turistas durante o carnaval, Ilhabela, a 207 km de São Paulo, terá muitos blocos de embalo da cidade, shows musicais e baile de rua todas as noites.  A abertura oficial do Carnaval 2023 acontece já no dia 10 e o Rei Momo recebe, simbolicamente, a chave da cidade. Entre os muitos blocos de Ilhabela, destaque para o Banho da Doroteia, que consiste em um desfile com fantasias feitas à base de papel crepom. O desfile tem início na avenida e término no meio do mar. Reza a lenda que quando os adereços são desfeitos, o mar leva também as energias negativas.

*NotaCitado na primeira versão desta reportagem, o carnaval em Tatuí foi cancelado pela prefeitura devido às fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reportagens

Lei regula licenciamento de eventos no DF e estabelece normas de segurança

GDF estipula medidas para assegurar cumprimento de regras de controle às atividades recreativas, culturais, esportivas, religiosas e outras que impactam, por exemplo, o trânsito, a segurança pública e o meio ambiente

Publicado

em

 

Por ‌Ian Ferraz, da Agência Brasília | Edição: Débora Cronemberger

 

O Governo do Distrito Federal (GDF) estabeleceu novas diretrizes para o licenciamento e realização de eventos na capital. Com a publicação da Lei nº 7.541/2024 no Diário Oficial do DF (DODF) desta segunda-feira (22), o Poder Executivo determina a adoção de medidas que permitam maior controle e segurança durante atividades recreativas, culturais, religiosas, esportivas e outras que impactem o sistema viário e a segurança pública.

A lei prevê que os eventos em espaços públicos ou privados devem requerer licenciamento prévio e assegurar o cumprimento de normas ambientais, urbanísticas, sanitárias e de segurança contra incêndios. Além disso, a norma define categorias de eventos conforme o número de participantes e o potencial de risco, variando desde pequenos encontros até grandes celebrações que envolvam milhares de pessoas.

A lei não impacta celebrações de cunho estritamente familiar, desde que não ultrapassem 200 pessoas e nem afetem negativamente o sistema viário ou a segurança pública. Todos os detalhes podem ser conferidos neste link.

A Lei nº 7.541/2024 determina a adoção de medidas que permitam maior controle e segurança durante atividades religiosas, recreativas, culturais, esportivas e outras que impactem o sistema viário e a segurança pública | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Regras e multas

O texto também estipula que os eventos devem obedecer aos seguintes princípios: proteção ao meio ambiente; respeito às normas urbanísticas; promoção do turismo; preservação do patrimônio histórico e cultural de Brasília; proteção à criança e ao adolescente; e respeito aos limites sonoros permitidos.

Já o processo para obtenção da licença de eventos inclui a apresentação de documentos específicos, como laudos técnicos e planos de segurança elaborados por profissionais capacitados. Também cabe ao responsável pelo evento garantir a limpeza do local após o término da atividade.

Pela lei, são considerados pequenos os eventos com até mil pessoas, médio (1.001 a 5 mil pessoas), grande (5.001 a 15 mil pessoas), super (15.001 a 30 mil pessoas) e mega (acima de 30 mil pessoas).

Além disso, a lei prevê que infrações como o descumprimento da legislação ambiental, do Estatuto da Criança e do Adolescente, a falsificação de documentos e o desacato a agentes públicos, entre outros, podem resultar em multas que variam de R$ 10 mil a R$ 500 mil.

 

 

Continue Lendo

Reportagens

Inscrições para o Prouni começam nesta terça-feira

São oferecidas 243.850 bolsas, diz MEC

Publicado

em

 

As inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2024 começam nesta terça-feira. Os interessados terão até sexta-feira (26) para participar do processo seletivo. Para isso, basta acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior e concorrer a uma das 243.850 bolsas oferecidas nesta edição.

As inscrições são gratuitas, e a previsão é que os resultados da 1ª e 2ª chamadas sejam anunciados nos dias 31 de julho e 20 de agosto, respectivamente. O prazo para manifestação de interesse na lista de espera vai do dia 9 ao dia 10 de setembro; e o resultado da lista de espera sairá em 13 de setembro.

“Para participar do processo seletivo, é necessário que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas edições de 2022 ou 2023, obtendo nota mínima de 450 pontos na média das cinco provas e nota acima de zero na redação”, informa o Ministério da Educação (MEC).

É também necessário que o candidato se enquadre nos critérios socioeconômicos – incluindo renda familiar per capita que não exceda um salário-mínimo e meio para bolsas integrais e três salários-mínimos para bolsas parciais – e esteja cadastrado no login Único do governo federal que pode ser feito no portal gov.br.

“No momento da inscrição, é preciso: informar endereço de e-mail e número de telefone válidos; preencher dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar; e selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis, conforme a renda familiar bruta mensal per capita do candidato e a adequação aos critérios da Portaria Normativa MEC nº 1, de 2015”, explicou MEC.

Segundo o ministério, a escolha pelos cursos e instituições pode ser feita por ordem de preferência. Informações mais detalhadas sobre oferta de bolsas (curso, turno, instituição e local de oferta) podem ser acessadas na página do Prouni.

Edição: Aécio Amado

ebc

 

Continue Lendo

Reportagens

Lei distrital cria Semana do Consumidor Brasiliense

Norma visa conscientizar cidadão sobre risco de superendividamento e estabelece regras para convênios públicos

Publicado

em

 

Foto: Carlos Gandra/Agência CLDF

A nova Lei é de autoria do deputado Chico Vigilante, que é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da CLDF

A partir de hoje (16), entra em vigor a Lei nº 7.525/2024, que trata da prevenção e combate ao superendividamento do consumidor no Distrito Federal. De autoria do deputado Chico Vigilante (PT), a norma foi publicada no Diário Oficial do DF de hoje, após a sanção do governador na última segunda. A norma institui a Semana do Consumidor Brasiliense, a ser realizada de 14 a 21 de março.

Superendividamento ocorre quando o consumidor não consegue pagar a totalidade das dívidas sem comprometer a renda mínima necessária para sobreviver. As atividades de prevenção e combate determinadas pela lei buscam informar quanto ao risco de superendividamento; conscientizar o consumidor sobre seus direitos, deveres e responsabilidades; bem como divulgar que a concessão de crédito deve ser feita de forma transparente e responsável.

A Lei ainda determina que no caso de convênio entre unidade de recursos humanos de secretaria, órgão ou poder público e instituições fornecedoras de crédito, as taxas devem assumir a forma de Custo Efetivo Total (CET) — que incluiu não só a taxa de juros, mas todos os encargos e despesas que incidam sobre a operação.

Além disso, a nova lei prevê que o Poder Executivo, por meio do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/DF), possa firmar convênios com o Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça, assim como parcerias com instituições financeiras e empresas, com foco em: racionalização dos custos de sanar endividamentos e propostas de plano de pagamentos e de renegociação de dívidas.

Conheça a íntegra da lei:  

Daniela Reis – Agência CLDF

 

 

Continue Lendo

Reportagens

SRTV Sul, Quadra 701, Bloco A, Sala 719
Edifício Centro Empresarial Brasília
Brasília/DF
rodrigogorgulho@hotmail.com
(61) 98442-1010