Reportagens

Observar aves, o novo produto do ecoturismo

Além do prazer, esta atividade esportiva favorece a formação de uma consciência ecológica

Published

on






Pica-Pau do Campo

Silvestre Gorgulho, de Brasília


Curtir o vôo de um pássaro, ouvir seu cantar e se deleitar com suas cores. Mais do que isso: fotografar os passarinhos e, de álbum em punho, disputar as melhores fotos e os pássaros mais raros com os amigos. Esse é um esporte que faz bem à alma e à natureza. Observar as diversas espécies de aves, sem interesse em caçá-las ou capturá-las, é uma forma de se encontrar harmoniosamente com o ambiente. Pois essa é uma atividade praticada por ingleses, norte-americanos, canadenses e japoneses desde a década de quarenta e tem atraído novos adeptos a cada ano. Os brasileiros também despertam para esse esporte. Muitos são biólogos ou possuem atividades paralelas à biologia. No entanto, a maioria dos bird watchers é formada por amadores, que com o tempo e dedicação, aumentam os seus conhecimentos e informações com tanto entusiasmo.
A observação de aves, integrada ao turismo rural e ao ecoturismo, torna-se uma perfeita, empolgante e dinâmica atividade. O objetivo é direcionar corretamente as ações definidas pelo conceito do ecoturismo, procurando conciliar e harmonizar o uso dos recursos naturais e culturais, através de um contato íntimo do turista com a natureza. Assim, além do prazer, esta atividade esportiva favorece a formação de uma consciência ecológica.







Sanhaço

Silêncio e paciência
A observação de aves, é considerada uma atividade de baixo impacto ambiental. Pode ser praticada isoladamente ou em pequenos grupos. Mas é preciso silêncio, paciência, e sentidos aguçados para garantir o contato com a avifauna local, sendo os esforços recompensados pela a percepção dos cantos, cores das plumagens, variedades de ninhos e comportamento no ambiente em que vivem.







João-de-Barro

A Associação dos Observadores de Aves de Pernambuco – OAP, há 15 anos realiza o levantamento das espécies de aves que ocorrem no estado, e promove o desenvolvimento e popularização da ornitologia. Realizou centenas de saídas à campo, e utilizando binóculos, máquinas fotográficas, micro-cassetes e cadernetas para anotações, visitaram os mais diversificados ambientes como engenhos, fazendas, reservas particulares e unidades de conservação, no litoral, zona da mata, agreste e sertão.


Segundo o Presidente da Associação OAP, Gustavo Pacheco, “embora não haja estatísticas sobre a dimensão do mercado do ecoturismo, segmento de atividade recente na América Latina, existem estimativas de organizações internacionais, de que viagens orientadas para a natureza representam 10% das viagens dos americanos e europeus. Também grandes operadoras internacionais estimam que 4 a 6 milhões de americanos fazem turismo da natureza fora da América do Norte”.


Biodiversidade em PE
A biodiversidade do Brasil é riquíssima e sua avifauna é estimada em 1.678 espécies, 17% das aves do mundo, sendo o estado de Pernambuco possuidor de mais de 500 espécies, sendo 21 delas ameaçadas de extinção. Para quem pretende observar aves em Pernambuco, a Associação OAP recomenda alguns locais como:


• O arquipélago de Fernando de Noronha, rico em espécies de aves marinhas;


• A Ilha de Itamaracá, (Reserva da Biosfera) com seus manguezais, matas e a Coroa do Avião (importante ponto de pouso, descanso e alimentação de aves migratórias);


• O Vale do Catimbau no município do Buíque, um dos mais importantes sítios arqueológicos do Brasil, a área se distingue por uma formação geológica generosa que premiou o local com uma das mais belas paisagens do Brasil;


• Outros municípios que possuem áreas diversificadas de matas e campos, permitindo encontrar grande variedade de aves;


• E a Caatinga com suas serras, serrotes, chapadas, pedras, riachos e açudes apresenta um conjunto de singular beleza com suas cactáceas, bromélias e flores.


A fauna nativa guarda as características do ecossistema regional, sendo a riqueza ornitológica a mais considerável.


Um dado importante e que sempre é bom lembrar: o ecoturismo é um produto frágil, que tem de ser manuseado com cautela, pois o uso inadequado pode causar irreversíveis danos econômicos, ambientais e sociais.
Mais informações: Associação OAP – (81) 3436-0709
www.hotlink.com.br/users/oapaves


Objetivos da OAP


Os Observadores de Aves de Pernambuco – OAP, tem como principais objetivos, o estudo, conhecimento e catalogação da avifauna que ocorrem em Pernambuco e estados vizinhos, além de planejar, apoiar e divulgar o desenvolvimento da ornitologia amadora , contribuindo para a ampliação dos conhecimentos que envolvem a vidas das aves e da conservação dos ambientes onde se desenvolvem as suas atividades de importância ecológica e científica.


Além de contribuir para a conscientização universal da preservação das diversas espécies de aves silvestres, a OAP divulga nas comunidades e escolas a ornitologia amadora e realiza pesquisas científicas para o maior conhecimento das aves, além de difundir os conhecimentos ornitológicos, através de atividades culturais e educativas.


 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Reportagens

Consumidores apresentam quase 1 milhão de reclamações na Anatel

Queixas foram contra serviços de telefonia, internet e TV

Published

on

 

Relatório divulgado esta semana pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra que durante o primeiro semestre de 2022, foram registradas um total de 951,3 mil reclamações contra prestadoras de serviços de banda larga fixa, TV por assinatura e telefonias móvel e fixa.

De acordo com a Anatel, o número de queixas apresentadas junto ao serviço de atendimento ao consumidor representa um volume 6,5% menor do que o registrado no segundo semestre de 2021. Segundo a agência, o Índice de Reclamações (IR), que é calculado a partir do número de reclamações mensais das prestadoras por mil acessos caiu de 0,55 para 0,51 entre o segundo semestre de 2021 em relação ao primeiro semestre de 2022.

“O resultado do primeiro semestre desse ano retoma a tendência de queda nas reclamações desde o recorde de 4 milhões de queixas registradas em 2015. A redução foi interrompida nos dois primeiros anos da pandemia de covid-19”, informou a agência.

O serviço que registrou maior número de reclamações foi referente ao celular pós-pago, com 360.068 queixas e com IR de 0,59. Em segundo lugar está o serviço de banda larga fixa, com 240.098 reclamações e IR em 0,81.

O serviço de celular pré-pago foi o terceiro maior alvo de reclamações, com 143.739 queixas e um IR de 0,20; seguido do serviço de telefonia fixa (135.271 reclamações e IR em 0,85) e da TV por assinatura (65.887 reclamações e IR em 0,72).

As reclamações contra as prestadoras desses serviços podem ser feitas de forma online, no site da Anatel, onde há uma área específica para isso, com um passo a passo que ajuda o consumidor a fazer a reclamação. Para acessá-lo, clique aqui.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC

 

Continue Reading

Reportagens

Ibama participou, no início deste mês, da Expoacre

Evento mostrou o papel do Instituto e sua importância para o país, como a efetiva preocupação com os diversos biomas brasileiros e as ações frequentes de fiscalização em prol do meio ambiente

Published

on

 

Rio Branco (15/08/2022) – O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) participou, em agosto, da 47ª edição do evento Expoacre, em Rio Branco (AC). Na ocasião, o Instituto apresentou em seu estande atividades relacionadas à fiscalização ambiental, combate aos incêndios florestais, regularização ambiental de áreas embargadas – dentre outras.

Os visitantes puderam ver fotografias de diversas ações do Ibama, além dos uniformes e veículos usados pela autarquia, equipamentos utilizados nas queimadas e até artesanatos indígenas apreendidos, que seriam enviados ilegalmente pelos Correios.

A equipe de educação ambiental da superintendência, junto ao supervisor de brigadas do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) no Acre, receberam duas turmas de crianças de escola pública do ensino fundamental para apresentar atividades voltadas à importância de não criar animais silvestres em casa, de não atear fogo em lixo nos quintais, de manter a floresta viva, bem como assistiram a uma palestra sobre como funciona a atuação do Instituto no combate ao fogo e também sobre o uso do fogo controlado. As crianças montaram quebra-cabeças da Turma do Labareda – mascote do Prevfogo – e receberam gibis com atividades educativas.

O Ibama preza pela Educação Ambiental (EA) no contexto da gestão ambiental pública, pois acredita ser uma atividade que, na atribuição da coletividade, constrói valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas à conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Este conceito consta no artigo 1° da Lei 9.795, de 1999, que define a Política Nacional de Educação Ambiental.

Assessoria de Comunicação Social do Ibama

 

 

 

Continue Reading

Reportagens

Dia dos Pais: entenda origem da data no Brasil e no mundo

Comemoração na maioria dos países ocorre em junho

Published

on

 

O segundo domingo de agosto é a data reservada no Brasil para homenagear os pais. Aqui, o Dia do Papai foi instituído pelo publicitário Sylvio Bhering em 1953, na época diretor do jornal O Globo e da Rádio Globo, conforme registros do site de memória da empresa de comunicação

Inicialmente, a data escolhida era 16 de agosto, quando a Igreja Católica celebrava São Joaquim, pai de Maria, a mãe de Jesus. O dia dedicado ao santo mudou, mas o oitavo mês do ano fez sucesso entre os comerciantes que ganharam um período para aquecer as vendas.

“O Dia das Mães já existia, então a ideia foi: por que não ter também um Dia dos Pais? E, aqui no Brasil, mais declaradamente, surgiu como uma ideia mercadológica, publicitária mesmo. Então muito ditado até mesmo para movimentar o comércio”, explicou Sérgio Dantas, professor de Marketing da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

A data foi consagrada em agosto e no domingo, tradicionalmente um dia de encontros familiares. São Joaquim passou a ser celebrado em 26 de julho, junto de Sant´Ana, mãe de Maria, que virou o Dia dos Avós.

Dantas, no entanto, indica outro provável motivo para a manutenção da homenagem em agosto. “Eu acredito que foi estrategicamente escolhido porque o comércio tem datas marcantes. A gente finaliza o ano com o Natal, que é a grande data. Tem depois, no primeiro semestre, o Dia das Mães, que é a segunda maior data de movimento. Logo depois, em junho, tem o Dia dos Namorados. E aí só o Dia das Crianças, em outubro. Acho que a ideia foi tentar espaçar isso ao longo do ano”, aponta. Entre essas datas, o Dia dos Pais foi a última a ser definida.

Outros países

As especificidades da data escolhida para o Brasil fazem com que o país seja um dos únicos a homenagear os pais em agosto. A data mais disseminada no mundo, reconhecida em pelo menos 70 países, é o terceiro domingo de junho, uma história que começa nos Estados Unidos.

Sonora Luise Smart, filha de um agricultor que lutou na Guerra Civil em 1862, queria homenagear o pai, William Jackson, que criou os filhos sozinhos após a morte da esposa.

A data escolhida para a primeira comemoração, ocorrida em 1910, foi 19 de junho, data do aniversário do pai de Sonora. A ideia se espalhou e foi oficializada, em 1966, pelo presidente Lyndon Johnson como o terceiro domingo de junho.

“Padronizou de ser no terceiro domingo, que até era um dia mais fácil das famílias estarem juntas e de vivenciarem o propósito do Dia dos Pais, que é justamente essa união, a comunhão. Como os Estados Unidos são um país que dita tendências, muitos países acabaram seguindo essa determinação deles”, aponta Dantas.

Há também países que celebram a data em 19 de março, Dia de São José, como Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia e Honduras.

Edição: Lílian Beraldo

 

 

 

Continue Reading

Reportagens

SRTV Sul, Quadra 701, Bloco A, Sala 719
Edifício Centro Empresarial Brasília
Brasília/DF
rodrigogorgulho@hotmail.com
(61) 98442-1010